Reflorestamento

A nossa reserva florestal possui em manejo sustentado mais de 6.000 hectares de área, com predominância de Eucalyptus Grandis, devido às suas características de rápido crescimento e produtividade, ótima adaptação às condições locais, versatilidade funcional e vocação para produtos sólidos.

Garantimos a qualidade do nosso processo produtivo pela melhoria contínua de nossa matéria-prima florestal. Nossas florestas são produzidas dentro de avançadas técnicas de plantio e com nutrição adequada. O planejamento das colheitas é criterioso, baseado em inventário florestal contínuo.

FSC

logo FSC

Em agosto de 1999, nos tornamos a 1ª empresa do Estado do Rio Grande do Sul a receber a Certificação FSC® (Forest Stewardship Council®, ou Conselho de Manejo Florestal). Essa organização, mundialmente reconhecida, promove o manejo responsável das florestas naturais e plantadas, certificando a origem das matérias primas florestais.

Recebemos o selo de Manejo Florestal e Cadeia de Custódia Não-Exclusiva. Significa dizer que nossa empresa utiliza madeira procedente de florestas manejadas de forma ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente viável.

A FLOSUL foi avaliada pela Rainforest Alliance (EUA), representada no Brasil pelo Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora). Em 2009, nossas florestas foram re-certificadas no referido programa.


Programa de Melhoramento Florestal

Programa de Melhoramento Florestal

O programa visa otimizar a produtividade através da seleção e clonagem de árvores superiores. Isso permite florestas com qualidade para fabricação de produtos sólidos de eucaliptos. Os testes são feitos a campo em nossos hortos florestais. São basicamente três linhas de Pesquisa & Desenvolvimento:


1) Seleção e clonagem de procedências próprias:

Iniciadas em 2003, com objetivo de aumentar a qualidade da madeira, melhorar o rendimento industrial e oferecer uma matéria-prima mais uniforme. Os produtos da primeira seleção de clones (no caso, de Eucalyptus grandis) foram introduzidos a partir de 2006.

2) Determinação de curvas de crescimento do Eucalyptus grandis:

Começamos em 1993, utilizando o método "sul-africano – CCT", que avalia o crescimento da espécie a partir de diferentes desbastes na população. A idéia é verificar o rendimento, qualidade e crescimento das árvores, manejadas no sistema de desbastes que prioriza as melhores árvores.

3) Experimento de novas espécies e procedências:

Foca o desenvolvimento de espécies de eucaliptos híbridos para a produção de postes e madeira. O programa teve princípio em 1994.

Programa de Gerenciamento Ambiental

Programa de Gerenciamento Ambiental

Promovemos programas e práticas de gerenciamento sócio-ambiental em nossos hortos florestais. Nosso programa oferece resultados práticos nos seguintes aspectos:

1) Base Cartográfica dos Hortos florestais, diagnósticos ambientais e monitoramento de fauna e flora;

2) Estabelecimento de áreas de conservação: APPs (Áreas de Preservação Permanente), RL (Reserva Legal) e FAVCs (Florestas de Alto Valor de Conservação);

3) Formação de corredores de biodiversidade;

4) Educação ambiental a funcionários e toda comunidade.